Baixo Acústico:

Publicado: 11/03/2011 em Dicas
Tags:

Galera, usei o PC da minha mãe pra fazer este post pra vocês, to de mudança mas eu ví que houveram pesquisas sobre esse assunto no blog, então decidi publicar.  Aproveitem:

Baixo Acústico:

Baixo Acustico

Também chamado popularmente de baixolão, é um baixo que usa apenas métodos acústicos para projectar o som produzido pelas suas cordas, ao contrário do baixo elétrico. O baixo é um dos raros casos de instrumentos musicais cuja versão eletrificada surgiu antes da acústica; enquanto Leo Fender introduziu no mercado seu primeiro modelo elétrico, o Fender Precision Bass, em 1951, e só depois, em 1972, é que surgiu a versão acústica, por Ernie Ball (fabricante do fenomenal Music Man Earnie Ball na minha opinião. Sem desmerecer o Jazz Bass Fender), de San Luis Obispo, então um os maiores fabricantes estadunidenses de instrumentos musicais.

Embora já existissem instrumentos destinados a fazer a parte dos baixos das músicas, o baixo acústico surgiu de uma idéia depois que Ball pensou: “Se existe o baixo elétrico que toca com a guitarra elétrica numa banda elétrica, porque não criar um baixo acústico para tocar com uma guitarra acústica numa banda acústica?”

Bem, as informações acima foram tiradas do site Wikipedia. Se você quiser saber mais, clica no link aí atrás… Tem a história e tudo mais… Porém, é o seguinte: Surgem muitas dúvidas a respeito do baixo acústico como por exemplo: “Quero comprar um baixo, qual devo comprar? Acústico ou Elétrico?”.

Depende da situação: Por exemplo: tanto no Rock, Reggae, MPB, Pagode, vai depender do tipo de som que você vai levar. Não é difícil tomar essa decisão.

Tome como exemplo os Titãs: Foram a vida toda banda de rock que usava instrumentos elétricos e derrepente, lançaram o cd acústico em 1997 (quando a banda tava no fundo do poço) que fez um sucesso do ca$%&!o, ao invés das guitarras, eram usados violões, ao invés dos teclados, pianos e órgãos. Surgiu assim a necessidade de um baixo acústico. Não como os usados nas orquestras mas sim, como um violão grande de 4 cordas (que por sinal é muito bem tocado pelo Nando Reis, tema do meu próximo post).

No pagode, é muito usado pelo Arlindo Cruz (aquele que canta aquela música que divulga os programas da Globo no início do ano. Se você prestar atenção na propaganda, aparece um baixo acústico.).

Enfim. Se você está para começar a tocar Baixo, NÃO COMPRE UM BAIXO ACÚSTICO! Compre um baixo elétrico. Você vai gastar um pouco mais (com um cubo e cabos) mas, poderá fazer a mesma coisa que um baixo acústico faz. Depois você compra um acústico. Sem contar que, independente dele, o baixo, ter 4, 5 ou 6 cordas, você vai poder tocar em qualquer estilo.

Compre um baixo acústico para você ter em casa, pra tocar com os amigos numa rodinha de “som” para não precisar ligá-lo num cubo.

Bem, fica aí essa dica mas lembrando que essa é minha opinião. Siga se achá-la válida.

Um abraço a todos.

Léo Werneck – The Bass.

comentários
  1. Rosália Cavalcante disse:

    eu tambem sou fã do Flea e do red hot chili peppers q é parte da minha vida hehe parabens pelo post e RHcp sempre

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s